Correio da Luz - Versão Digital - Julho 2022

Informativo da Casa Espírita Caminho da Luz - Depto. Divulgação e Estudo (DDE) - Ano XVI nº 188 - Jul / 2022


“Não exija perfeição nos outros e nem mesmo em você, mas 

procure melhorar-se quanto possível.” 

(André Luiz)

Editorial - julho 2022

Na parábola do festim de bodas, ESE cap. XVIII - 1, Jesus compara o reino dos Céus, onde tudo é alegria e ventura, a um festim. Falando dos primeiros convidados, se refere aos hebreus, que foram os primeiros chamados por Deus ao conhecimento da sua Lei. 

Os enviados do rei são os profetas, que tiveram suas palavras, para muitos, desprezadas e massacradas. Os convidados que recusaram o convite representam as pessoas absorvidas pelas coisas terrenas e indiferentes às coisas celestes. 

Assim aconteceu com o próprio Jesus, enviado por Deus para nos chamar à observância da Lei e nos alertar sobre a vida futura, suas palavras foram repelidas e seu corpo crucificado pelo orgulho e fanatismo de alguns. Não basta a ninguém ser convidado, é preciso estar revestido da túnica nupcial, ou seja, ter puro o coração e cumprir a lei segundo o espírito. Entre todos que ouvem a palavra divina, poucos são os que a guardam e a aplicam proveitosamente. "Chamados haverá muitos; poucos, no entanto, serão os escolhidos." E nós, que vestimenta estamos usando?


Muita Paz!

Imortalidade da Alma - José Passini

O Regresso

Que soem as trombetas celestes! Nossa querida Casa Espírita Caminho da Luz está novamente com suas portas abertas para levar a todos os seus frequentadores, encarnados ou desencarnados, as orientações evangélicas legadas pelo Cristo como fonte única para o nosso crescimento espiritual.

É pelo crescimento espiritual que contribuímos significativamente com a mudança da aura (ou vibração) que envolve o nosso planeta! Mas será? -- pergunta o cético. Sim, a aura de um planeta é resultante do somatório de todas as auras de cada um de seus habitantes. Vejam a importância de nos melhorarmos!

Continuaremos com nossas portas abertas, aconchegando todos os que vierem nos procurar, seja pelo amor ou pela dor.

Muita Paz!

Hoje Sim

Ontem passado. Amanhã futuro. Hoje agora.

Ontem promessa. Amanhã probabilidade. Hoje ação.

Ontem parecia. Amanhã quem sabe? Hoje sem dúvida.

Ontem anseio. Amanhã mudança. Hoje oportunidade.

Ontem sementeira. Amanhã colheita. Hoje seleção.

Ontem não mais. Amanhã talvez. Hoje sim.

Ontem foi. Amanhã será. Hoje é.

Ontem experiência adquirida. Amanhã lutas novas. Hoje, porém, é a nossa hora de fazer e de construir. (Emmanuel)

(Livro Ideal Espírita – Espíritos diversos/Chico Xavier-Waldo Vieira – Ed. Comunhão Espírita Cristã.)

Evangelização Espírita Infantojuvenil

O Serviço da Perfeição

Um velho oleiro, muito dedicado ao trabalho, certa feita adoeceu gravemente e entrou a passar enormes dificuldades.

Os parentes, aos quais ele mais servira, moravam em regiões distantes e pareciam haver perdido a memória...

Sem ninguém que o auxiliasse, passou a viver da caridade pública, mas, quando esmolava, caiu na via pública e quebrou uma das pernas, sendo obrigado a recolher-se à cama por longo tempo.

Chorando, amargurado, fez uma prece e rogou a Deus alguma consolação para os seus males.

Então, dormiu e sonhou que um anjo lhe apareceu, trazendo a resposta pedida.

O mensageiro do Céu conduziu-o até o antigo forno em que trabalhava, e, mostrando-lhe alguns formosos vasos de sua produção, perguntou:

- Como é que você conseguiu realizar trabalhos assim tão perfeitos?

O oleiro, orgulhoso de sua obra, informou:

- Usando o fogo com muito cuidado e com muito carinho, no serviço da perfeição. Alguns vasos voltaram ao calor intenso duas ou três vezes.

- E sem fogo você realizaria a sua tarefa? - indagou, ainda, o emissário.

- Nunca! - respondeu o velho, certo do que afirmava.

- Assim também - esclareceu o anjo, bondoso -, o sofrimento e a luta são as chamas invisíveis que nosso Pai celestial criou para o embelezamento de nossas almas que, um dia, serão vasos sublimes e perfeitos para o serviço do Céu.

Nesse instante, o doente acordou, compreendeu a vontade divina e rendeu graças a Deus.

(Livro Pai Nosso, Capítulo IV, do Espírito Meimei, psicografia de Francisco Cândido Xavier.)

Meio Ambiente

Ajude a Natureza!

Não destrua os bens que a natureza coloca a seu dispor, para ajudá-lo a progredir. Coopera com as árvores, porque elas cooperam com a sua vida, na purificação do ar que você respira. Colabore com a pureza das fontes, porque elas lhe fornecem água para dessedentar o corpo. Auxilie o solo a produzir, para que o pão seja sempre farto na mesa de todos.

(Livro Minutos de Sabedoria – C. Torres Pastorino – Cap. 35 – Ed. Vozes.)

Cesta Básica e Agasalho

Não nos esqueçamos de quem depende de ajuda amorosa para viver melhor. Por isso, contribua com o que puder para a nossa cesta básica e também com agasalhos, cobertores, etc., para auxiliar a quem precisa. Pensemos como se estivéssemos alimentando e agasalhando Jesus. Ele abençoará a todos e a Casa agradece de coração.

Recadinho do Cacal